28/09/2017

25/06/2017

22/06/2017

30/05/2017

Mensagem do Papa Francisco para o 51o. Dia das Comunicações Sociais 2017:

http://arqrio.org/noticias/detalhes/5352/mensagem-do-papa-para-o-dia-mundial-das-comunicacoes-sociais-2017

Encontro no Vicariato Norte RJ para as comemorações:


24/05/2017

Último aviso!

O Vicariato Norte está com um ônibus para Aparecida do Norte.

Saída da sede do Vicariato Norte: 2 de junho, às 22.00h
Rua S. Francisco Xavier, 75
Retorno: 3 de junho, às 14.00h
Passagem a R$ 85,00 por pessoa.
Inscrição pelo telefone do Vicariato Norte: 21- 2569-6312 (Rosa)
INSCRIÇÕES ENCERRADAS!

Nossa Senhora Aparecida é a padroeira dos Círculos Bíblicos.
A peregrinação é pelos 300 anos da aparição da imagem.

19/05/2017

Nota da CNBB sobre o Momento Nacional

Pela Ética na Política
Nota da CNBB sobre o Momento Nacional
“O fruto da justiça é semeado na paz” (Tg 3,18)
A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB, por meio de sua Presidência, unida aos bispos e às comunidades de todo o país, acompanha, com espanto e indignação, as graves denúncias de corrupção política acolhidas pelo Supremo Tribunal Federal. Segundo a Constituição, Art. 37, é dever de todo servidor público, principalmente os que detêm elevadas funções, manter conduta íntegra, sob pena de não poder exercer o cargo que ocupa.
Tais denúncias exigem rigorosa apuração, obedecendo-se sempre as garantias constitucionais. Apurados os fatos, os autores dos atos ilícitos devem ser responsabilizados. A vigilância e a participação política das nossas comunidades, dos movimentos sociais e da sociedade, como um todo, muito podem contribuir para elucidação dos fatos e defesa da ética, da justiça e do bem comum.
A superação da grave crise vivida no Brasil exige o resgate da ética na política que desempenha papel fundamental na sociedade democrática. Urge um novo modo de fazer política, alicerçado nos valores da honestidade e da justiça social. Lembramos a afirmação da Assembleia Geral da CNBB: “O desprezo da ética leva a uma relação promíscua entre os interesses públicos e privados, razão primeira dos escândalos da corrupção”.
Recordamos também as palavras do Papa Francisco: “Na vida pública, na política, se não houver a ética, uma ética de referimento, tudo é possível e tudo se pode fazer” (Roma, maio de 2013). Além disso, é necessário que saídas para a atual crise respeitem e fortaleçam o Estado democrático de direito.
Pedimos às nossas comunidades que participem responsável e pacificamente da vida política, contribuam para a realização da justiça e da paz e rezem pelo Brasil.
Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, nos ajude a caminhar com esperança construindo uma nova sociedade.
Cardeal Sergio da Rocha
Arcebispo de Brasília
Presidente da CNBB
Dom Murilo S. Ramos Krieger
Arcebispo de São Salvador da Bahia
Vice-Presidente da CNBB
Dom Leonardo Ulrich Steiner
Bispo Auxiliar de Brasília
Secretário-Geral da CNBB
cnbb.org.br

E-COM/2017

Como de costume, nos reunimos todos os anos no ENCONTRO DE COMUNICADORES DA ARQUIDIOCESE DO RIO DE JANEIRO (ECOM), onde juntos meditamos e partilharmos o tema da mensagem do Papa para o Dia Mundial das Comunicações Sociais, e este ano não será diferente.
Em nome da PASCOM RIO, convido a todos a se juntarem a nós no dia 27 de maio de 2017 das 13h às 17h no auditório principal do edifício João Paulo II na Glória, onde exerceremos a nossa unidade meditando sobre o tema deste ano:

Não tenhas medo, que Eu estou contigo” (Is 43, 5)
Comunicar esperança e confiança, no nosso tempo.

28/04/2017

A Comunidade em defesa da vida: Círculos bíblicos sobre a Primeira Carta aos Tessalonicenses

Livreto da CEBI: A Comunidade em defesa da vida: Círculos bíblicos sobre a Primeira Carta aos Tessalonicenses

O lema do Mês da Bíblia deste ano de 2017 é “Anunciar o Evangelho é doar a própria vida” (cf. 1Ts 2,8). Por isso, em nossas comunidades o estudo bíblico terá como principal objetivo o anúncio do Evangelho de Jesus em defesa de todas as formas de Vida.

O livro bíblico que vai nos ajudar a aprofundar este assunto é a Primeira Carta de Paulo aos Tessalonicenses (1Ts). Na verdade, esta car...ta não é só de Paulo, mas da equipe missionária que o acompanhava em sua segunda viagem evangelizadora. Diz a introdução da carta: “Paulo, Silas e Timóteo à Igreja de Tessalônica, em Deus Pai, e no Senhor Jesus Cristo. A vós graça e paz!” (1Ts 1,1). Escrita em Corinto, esta carta de Paulo, Silas e Timóteo aos Tessalonicenses é o primeiro escrito do Novo Testamento e o mais antigo documento cristão.

Livreto: R$3,50
Código: PNV349
Editora: CEBI (cebi.org.br)
ISBN: 9788577332724
Número de páginas: 28
Autoria/Organização
Carlos Mesters e Francisco Orofino.


15/04/2017

Peregrinação arquidiocesana dos Círculos Bíblicos- Vicariato Norte

Aos participantes dos Círculos Bíblicos,

O Vicariato Norte está com um ônibus de 42 lugares para Aparecida do Norte.
Saída da sede do Vicariato Norte: 2 de junho, às 22.00h
Rua S. Francisco Xavier, 75
Retorno: 3 de junho, às 14.00h
Passagem a R$ 85,00 por pessoa.
Inscrição pelo telefone do Vicariato Norte: 21- 2569-6312 (Rosa)
Nossa Senhora Aparecida é a padroeira dos Círculos Bíblicos.
A peregrinação é pelos 300 anos da aparição da imagem.

Informativo Vicarial NorteCom -10a. Edição - Abril/2017

Pastoral da Comunicação do Vicariato Norte RJ
Acesse aqui:
https://issuu.com/informativonortecom/docs/nortecom_-_abril_de_2017

05/04/2017

Encontro de Formação dos Círculo Bíblicos do Vicariato Norte RJ

Os Círculos Bíblicos do Vicariato Norte RJ terão Encontro de Formação no dia 08/04/17, das 8:30h às 11:30h, na Paróquia Nossa Senhora Consolação e Correia, rua Barão do Bom Retiro, 909, no Engenho Novo. O lanche será partilhado.

04/04/2017

Jornal Boas Novas - 5a. Forania do Vicariato Norte RJ

Clique aqui!



'Vivemos tempos difíceis'. Bispo de Volta Redonda conclama para 'ação firme e determinada' em defesa dos pobres


22 Março 2017

"Assistimos a um grande recuo de iniciativas que resgatem a dignidade popular. Até propostas de lei de iniciativa popular, um grande avanço constitucional, são barradas no Congresso. Vozes inconformadas e clamor popular que manifestam insatisfação ou dissenso são apresentados pela mídia como elementos de estorvo e distúrbio diante da perspectiva de constituir uma “nova ordem” para salvar o país", denuncia Dom Francisco Biasin, bispo da diocese de Volta Redonda, RJ, em nota intitulada "Ao povo de Deus das Comunidades da Igreja Católica", publicada pela diocese no dia 17-03-2017.

Segundo o bispo, "o Senhor nos chama a ser protagonistas da salvação como seus colaboradores na construção do Reino. Ele nos convida à vivência da fé, ao exercício da esperança e ao testemunho da caridade. Isso acontece de fato através de uma ação firme e determinada em defesa da educação e saúde públicas de qualidade, do direito ao trabalho digno, ao gozo da vida no tempo da justa aposentadoria, do acesso ao lazer, à cultura e à moradia, ao direito a uma alimentação saudável para saciar a fome e a sede para viver com dignidade cuidando da nossa Casa Comum".

Eis a nota.

"Assim fala o Senhor Deus: “Grita forte, sem cessar, levanta a voz como trombeta e denuncia os crimes contra o meu povo e os pecados da casa de Jacó”. (Is. 58,1)

Caros fiéis

Diante da gravidade do momento político, social, econômico e moral que vivemos nos últimos tempos e inspirados pelo testemunho do Evangelho, não podemos ficar calados. No conturbado ano de 2016, o nosso país deparou-se com uma avalanche de projetos e decisões do Congresso – alguns já implementados – que claramente trarão em curto e médio prazos consequências graves para toda a sociedade brasileira, de modo especial para os trabalhadores e os pobres.

A crise econômica é apresentada como a grande vilã do momento, pela qual se justifica qualquer medida sócio-político-econômica. As medidas são impostas em pacotes prontos e fechados. O Congresso e o Senado servem apenas como fachada para dar legalidade ao que uma elite conservadora já decidiu de antemão: privilegiar o sistema financeiro e defender os interesses do grande capital. O preço é impor enormes sacrifícios aos mais pobres e desestruturar as condições de sobrevivência das pequenas empresas e da própria economia familiar.

Como a atenção da população está focada na crise econômica, é importante não nos distrairmos em relação a outros setores da vida social, tais como: • a polêmica reforma do ensino médio, • a redução da maioridade penal com medidas duras de imputar penalmente os adolescentes, • a reforma da Previdência Social em tramitação no Congresso nestes dias, com consequências desastrosas para os empobrecidos no próximo futuro, • e as alterações em leis trabalhistas conquistadas com luta e sangue de operários. Infelizmente todas essas medidas apontam para sérios retrocessos em diversas conquistas que resultaram da mobilização de milhões de brasileiros e brasileiras desde tempos passados, como o da Constituinte, até os nossos dias.

É escandalosa a ascensão ao poder de pessoas de duvidosa reputação, sob suspeita de corrupcão ou em adiantado processo de investigação, para ocupar cargos de alta responsabilidade no Legislativo, no Judiciário e no Executivo.

Assistimos a um grande recuo de iniciativas que resgatem a dignidade popular. Até propostas de lei de iniciativa popular, um grande avanço constitucional, são barradas no Congresso. Vozes inconformadas e clamor popular que manifestam insatisfação ou dissenso são apresentados pela mídia como elementos de estorvo e distúrbio diante da perspectiva de constituir uma “nova ordem” para salvar o país. Assim as leis e a governança não colocam a economia e a atividade política a serviço da pessoa humana e das suas necessidades básicas, pelo contrário a gestão da coisa pública e a aprovação de emendas parlamentares são pensadas para salvar um projeto de economia neoliberal que impõe pesos insuportáveis nos ombros dos mais pobres.

Outras questões graves nos preocupam: vemos aprovadas leis, varadas na calada da noite ou com canetadas do Judiciário, que desmantelam a família, negam dignidade ao nascituro e descaracterizam a concepção da identidade sexual da pessoa humana, ferindo profundamente a sensibilidade de grande maioria do povo brasileiro. Assim o Estado se dissocia da sociedade civil como um todo e não interpreta os seus anseios, pelo contrário é usado por grupos políticos e econômicos que dele se apossaram para sujeitá-lo a seus interesses. Na nossa região as consequências das medidas apresentadas são agravadas pela falência do Estado do Rio de Janeiro e a total ineficiência dos órgãos governamentais que dificulta possíveis parcerias com a iniciativa privada.

A privatização da CEDAE é a expressão mais eloquente de um Estado que agoniza e se submete às leis do mercado para poder de algum modo sobreviver. O que mais preocupa a nossa população é o agravar-se da violência alimentada pelo tráfico, a falta de perspectivas e de oportunidades para a juventude, o desemprego generalizado que atinge as famílias e congela a economia, a precariedade da saúde pública e o desmantelamento do SUS de tal forma que os mais pobres, quando ficam doentes, são condenados a sofrer uma lenta agonia, enfim o desespero da fome que leva famílias inteiras a buscar alimento a qualquer custo, quando não podem mais contar com a solidariedade dos bons.

Conclamamos todas as pessoas de boa vontade, sensíveis aos valores da justiça e da solidariedade a se juntarem e a se manifestarem contra as medidas que afetam o bem comum e a vida dos mais pobres e indefesos. Esta é a hora em que cada de nós é chamado a exercer a cidadania em relação aos deputados e senadores que pediram e ganharam o nosso voto na época das eleições para cobrar deles postura digna e coerente na hora de votar emendas parlamentares que podem prejudicar os seus eleitores.

O Senhor nos chama a ser protagonistas da salvação como seus colaboradores na construção do Reino. Ele nos convida à vivência da fé, ao exercício da esperança e ao testemunho da caridade. Isso acontece de fato através de uma ação firme e determinada em defesa da educação e saúde públicas de qualidade, do direito ao trabalho digno, ao gozo da vida no tempo da justa aposentadoria, do acesso ao lazer, à cultura e à moradia, ao direito a uma alimentação saudável para saciar a fome e a sede para viver com dignidade cuidando da nossa Casa Comum.

Vivemos tempos difíceis! A nossa fé nos guie e nos fortaleça para podermos assumir a missão de trabalhar para que todos tenham vida e vida plena.

Com minha bênção de pastor

Volta Redonda, 17 de março de 2017

Dom Francisco Biasin

26/03/2017


CONFISSÕES PREPARATÓRIAS PARA A PÁSCOA POR FORANIA

VICARIATO NORTE – 2017

1ª FORÂNIA;

31/03 - 6ª FEIRA
Paróquia São Joaquim
Rua Joaquim Palhares, 227 – Estácio. Tel: 2273-3596
19h
03/04 - 2ª FEIRA
Paróquia Nossa Senhora das Dores
Av. Paulo de Frontin, 500 – Rio Comprido. Tel: 2273-5143
19h
04/04 - 3ª FEIRA
Paróquia Nossa Senhora da Salete
Rua Catumbi, 78 – Catumbi. Tel: 2502-1564
19h
05/04 - 4ª FEIRA
Paróquia São Francisco Xavier
Rua São Francisco Xavier, 75 – Tijuca. Tel: 2234-2095
18h
06/04 – 5ª FEIRA
Paróquia São Sebastião dos Frades Capuchinhos
Rua Haddock Lobo, 266 – Tijuca. Tel: 2204-7900
19h
07/04 - 6ª FEIRA
Paróquia Santa Teresinha do Menino Jesus
Rua Mariz e Barros, 354 – Tijuca. Tel: 2569-8904
19h



2ª FORÂNIA;

29/03 - 4ª FEIRA
Paróquia Sangue de Cristo
Rua Adalberto Aranha, 48 – Aldeia Campista. Tel: 2288-7149
19h
30/03 - 5ª FEIRA
Paróquia Bom Pastor
Rua Bom Pastor, 481 – Tijuca. Tel: 2284-0936
19h
03/04 - 2ª FEIRA
Paróquia Nossa Senhora da Conceição
Rua Conde de Bonfim, 987 – Tijuca. Tel: 2238-9672
19h
04/04 - 3ª FEIRA
Paróquia Santo Afonso
Rua Barão de Mesquita, 275 – Tijuca. Tel: 2264-6162
19h
05/04 – 4ª FEIRA
Paróquia São Camilo
Estrada Velha da Tijuca, 45 – Usina. Tel: 2238-3509
19h
06/04 – 5ª FEIRA
Paróquia São Domingos de Gusmão
Rua José Higino, 120 – Tijuca. Tel: 2238-6450
19h
12/04 – 4ª FEIRA
Paróquia Nossa Senhora de Fátima
Estrada do Macacai, 305 – Furnas. Tel: 3152-5848
19h
3ª FORANIA;

03/04 - 2ª FEIRA
Paróquia São José e Nossa Senhora das Dores
Rua Barão de Mesquita, 763 – Andaraí. Tel: 2238-4614
19h
04/04 - 3ª FEIRA
Basílica Nossa Senhora de Lourdes
Av. Boulevard 28 de Setembro, 200–V. Isabel. Tel: 2568-3821
19h
05/04 - 4ª FEIRA
Paróquia São Cosme e São Damião
Rua Leopoldo, 434 – Andaraí. Tel: 2268-4088
19h
06/04 - 5ª FEIRA
Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro
Praça Edmundo Rego, 27 – Grajaú. Tel: 2576-0398
19h
07/04 – 6ª FEIRA
Paróquia Divino Espírito Santo e São João Batista
Rua Felipe Camarão, 12 – Maracanã. Tel: 2567-9056
19h

4ª FORANIA;

03/04 - 2ª FEIRA
Paróquia São Tiago Apóstolo
Rua Baronesa de Uruguaiana, 42 – Lins. Tel: 2501-0599
19h
05/04 - 4ª FEIRA
Paróquia Nossa Senhora da Consolação e Correia
Rua Barão do Bom Retiro, 909 – Eng. Novo Tel: 2581-9971
20h
06/04 - 5ª FEIRA
Paróquia Nossa Senhora da Guia
Rua Lins de Vasconcelos, 699 – Lins. Tel: 2597-2497
19h30
07/04 - 6ª FEIRA
Paróquia Sagrado Coração de Jesus
Rua Carolina Santos, 143 – Méier. Tel: 2595-5212
19h

 5ª FORANIA;

03/04 - 2ª FEIRA
Paróquia Nossa Senhora de Fátima, RTS
Rua Adriano, 158 – Todos os Santos. Tel: 2289-2099
19h
04/04 - 3ª FEIRA
Paróquia Santo Antônio
Rua Paraná, 1.049 – Água Santa Tel: 2594-4588
19h
05/04 - 4ª FEIRA
Paróquia Imaculada Conceição e São Sebastião
Rua Catulo Cearense, 26 – Eng. de Dentro Tel: 2599-9900
20h
06/04 - 5ª FEIRA
Paróquia Nossa Senhora da Conceição e São José
Av. Amaro Cavalcante, 1.761 – Eng. de Dentro Tel: 2269-9595
19h
07/04 - 6ª FEIRA
Capela Jesus Eucaristia
Rua Dona Teresa, 72 – Eng. de Dentro Tel: 2591-5649
1

6ª FORÂNIA:

28/03 - 3ª FEIRA
Paróquia Santo Antônio de Pádua e N.S.B.V.
Rua Getúlio, 361 – Cachambi. Tel: 2269-3534
19h
29/03 - 4ª FEIRA
Paróquia Jesus Divino Mestre
Rua Velinda Maurício da Fonseca, 66 – Cachambi. Tel: 2281-6344
19h
30/03 - 5ª FEIRA
Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora
Rua Darci Vargas, 12 – Jacaré. Tel: 2241-1524
19h
31/03 - 6ª FEIRA
Basílica Imaculado Coração de Maria
Rua Coração de Maria, 66 – Méier. Tel: 2501-3553
19h
03/04 – 2ª FEIRA
Paróquia Nossa Senhora das Graças
Rua Fernando Esquerdo, 370 – Mª da Graça. Tel: 2241-0723
19h
04/04 – 3ª FEIRA
Paróquia Nossa Senhora da Luz
Rua Ana Néri, 1.114 – Rocha. Tel: 2241-0671
19h
05/04 – 4ª FEIRA
Paróquia Nossa Senhora da Conceição
Rua Monsenhor Amorim, 34 – Eng. Novo Tel: 2261-0313
19h
06/04 – 5ª FEIRA
Paróquia São João Bosco
Rua Luiz Zanchetta, 48 – Riachuelo. Tel: 2581-9899
19h
07/04 – 6ª FEIRA
Paróquia Nossa Senhora da Conceição Aparecida
Rua Ferreira de Andrade, 103 – Cachambi. Tel: 2281-3545
19h